Amor Selvagem in Jay Oliver, il testo del nuovo brano kizomba

Lo scorso 8 gennaio è uscito il brano “Amor SelvagemJay Oliver. Questa kizomba è stata inserita nella top 10 del mese. Si tratta del terzo singolo proposto di questo artista dopo il duetto con Bruna Tatiana in “Procura outra” e prima con “Voce me kuia“, quest’ultimo evergreen amatissimo con oltre 14 milioni di visualizzazioni su YouTube.

amor selvagem jay oliver

TESTO DI AMOR SELVAGEM – JAY OLIVER

Quando sussurras no ouvido fico louco, mor não para não (Não para não)
Esse teu jeito me desloca, me desmonta, me deixa no chão
Me sinto preso quando você não está mais aqui
Me aproveita, me suga, me mata
Amor me come, me aleija, me arranha, mas não para não (Não para não)
Já ‘tou maluco, sou teu escravo, e esse mambo é limão com sal
Me deixa eu te fazer sentir, o que você me faz sentir
Se perde comigo, deixa essa noite ser bem longa, bem louca
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
É impossível resistir esse teu fogo
Já tenho o funge, agora só falta o molho
Hoje é dois a dois, hoje é dois a dois
Hoje é dois a dois, hoje é dois a dois
Me leva, me esfrega, me atira no sofá
Me leva na cozinha, hoje a noite é nossa
Me leva, me esfrega, me atira no sofá
Me leva na cozinha, hoje a noite é nossa
Me deixa eu te fazer sentir, o que você me faz sentir
Se perde comigo, deixa essa noite ser bem longa, bem louca
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
Aiwe, aiwe, aiwe, aiwe minha mãe
aiwe minha mãe
Hoje a noite é longa
Aiwe minha mãe
Baby ah ai, ai
Aiwe minha mãe
Baby ah ai, ai
Aiwe minha mãe
Ah ia, ai ai
Aiwe minha mãe